segunda-feira, 30 de julho de 2007


"Sempre fui solitário, mas aqui, nas praias noturnas do sonho,
a solidão flui sobre mim em ondas que envolvem e arrastam meu espirito!
Jogo areia nas águas escuras. Os grãos queimam enquanto caem e ne trazem de volta
um passado distante ...quando meu rosto era altivo e os olhos cheios de
orgulho."
Sandman

Nenhum comentário:

Finais são bençãos ambivalentes.