terça-feira, 11 de agosto de 2009

Mais uma vez minha interação social egoísta, ou seja, meu compartilhamento de acontecimentos pessoais com outros me limitando a dizer apenas o necessário para sair me safando, na de ser um cara estranho, complicado, frio e fechado. É, é o que pensam de mim, e eu estou bem assim.
Mas o que mais é um blog do que isso, não? A diferença é que outros escrevem que cortaram o cabelo, saíram, tomaram banho tal hora... pra isso inventaram o twitter, pra suprir essa necessidade de interação inútil. E enfim... o que é isso tudo que se não um comunidade de coisas pessoais que não muda a vida dos outros, e por isso é irrelevante e por isso passa despercebido, nos deixando em nosso mundo "ego" confortáveis. Como qualquer outro blog o meu não escapa da superficialidade sendo pra todo mundo e pra ninguém! =)

Ah, que maravilha, eu vomitei! Vomitei tudo que estava me corroendo, e agora quem sabe eu posso finalmente continuar a caminhar... e quem sabe limpar o recinto. É, definitivamente preciso jogar alguns corpos fora aqui, algumas idéias fixas que descolaram e foram pro chão...
Vejam como é bom parecer estar apenas dando texto aos olhos dos outros, quando na verdade está conversando com si mesmo. O melhor é a forma poética. Onde quando uma mera noite tagarelando no msn se transforma em uma decisão de vida importante e necessária e uma limpeza mental. Por isso, não se preocupem, oh, meus bons amigos, eu não vou mudar, só vou ser mais o que sou, por mais que eu conte ainda estarei reservando, um bom observador sabe que palavras demais são usadas contra você, mesmo de forma leve, depois.
Estou lutando pra aperfeiçoar o meu ressonar com a comunidade "frio e calculista", que tem a maravilhosa descrição:

"Tu és fraco, eu sou forte; O protocolo é óbvio."

Analiso as coisas minuciosamente. Nunca me exalto. Não me sinto ofendido facilmente. Penso sempre muito bem antes de agir. Nunca respondo perguntas que possam me comprometer. Não gosto muito de calor. Não choro, ou pelo menos nunca em público. Procuro adaptar a minha personalidade a cada pessoa que conheço, para um melhor relacionamento e interação.

Daqui 10 anos vou lembrar de coisas que você já esqueceu. Eu nunca perco. Você entenderá.

Este sou eu, cada dia mais, vocês entenderão. ;)

Nenhum comentário:

Finais são bençãos ambivalentes.